my heart is in Amsterdam-oh-dam-dam

Goedemorgen! Como vai esse fim-de-semana?
Por aqui não me queixo 🙂 Foi há uma semana que regressei à realidade, mas não é assim tão terrível quando se volta para uma cidade à qual chamamos de lar.
No entanto Amesterdão é uma forte candidata ao título.
Foi a terceira vez que visitei a cidade, mas a primeira dele. Desta vez optei por usar o tempo de forma preciosa a explorar a cidade. Não há nada mais gratificante que descobrir recantos duma cidade já conhecida.
Voltei ao melhor sushi da cidade – com a Malin, como é óbvio – um restaurante chamado SUMO. Funciona de uma maneira organizada, em que cada mesa tem direito a 6 rondas e em cada ronda cada pessoa tem direito a pedir 5 pratos/peças.
Visitei também o Body Worlds: O Projecto Felicidade – “uma exposição que exibe corpos humanos com a técnica da plastinação”, e vale tanto a pena, recomendo.
O namorado arrastou-me até ao A’DAM Lookout, já que por mim ficava-me apenas pela vista. Ele insistiu e eu andei no baloiço mais alto da Europa, a 100m do solo. Paniquei mas valeu tanto a pena. A vista de 360º sob Amesterdão é impressionante.
O último highlight dos meus 4 dias em Amsterdão é um mercado que adoro visitar sempre que lá vou, o Bloemenmarkt (Mercado das Flores). Adoro flores, mas o que gosto mais é que este mercado flutua num canal da cidade. O que há para não gostar?
Vou recomendar também a ficarem no Hotel Iris, localizado a 20min do centro, e cuja vista para o canal é soberba. E ao desfrutar desta vista enquanto ele ainda dormia, fui pesquisar “best pancakes of Amsterdam” e encontrei o The Happy Pig Pancake Shop – Ó Minha Nossa…. não estão a perceber! Só experimentando.
As imagens valem mais do que as minhas palavras, mas menos do que a minha memória e promessa de regresso.

Goedemorgen! What are you up to this weekend?
I can’t complain 🙂 I’m back to reality for a week already. It’s not that bad when you come back to a city you call home.
But Amsterdam is a good candidate for that title.
It is my third time in this city, but his first one. This time, I decided to use my precious time to explore the city. There’s no better sensation in the world than to discover new places of a city you’ve already been to.
I went back to the best sushi in town – obviously with Malin – to a restaurant called SUMO. That works in an organised way that each table is entitled to 6 rounds and with each round each person can order up to 5 items/pieces.
Also went to see the Body Worlds: the Happiness Project – “exposition of dissected human bodies that have been preserved through the process of plastination”, so much worth it. I recommend.
I was, nearly, dragged to the A’DAM Lookout. If I could choose, I would been happy with the 360º view of Amsterdam, but he insisted, so we went on the highest swing of Europe – 100m tall. I did panic, but it was so worth it.
The last highlight of my 4 days in Amsterdam is this market that I love to visit every time I am there, the Bloemenmarkt (Flower Market). I love flowers, but I love even more the fact that this market is floating on a canal. What’s not to love?
I’ll also recommend you to stay in Hotel Iris, just 20min walk from the city centre and with the superb view of the canal. While appreciating these views I googled “best pancakes of Amsterdam” and came across The Happy Pig Pancake Shop – OH MY…. you gotta try it.
The images are worth more than my words, but less than my memory. I promise to return.

Advertisements

Abruzzo, Itália

Olá!
Em Agosto, fomos convidados para um dos casamentos mais fantásticos que eu já fui, em Abruzzo. O cenário era maravilhoso e não se ouve absolutamente nada. Sentes-te como se o tempo tivesse parado.
Infelizmente não conseguimos ficar mais do que apenas 4 dias.
Eu, o namorado e os meus amigos reservamos este acolhedor apartamento pelo Airbnb* em Mosciano Sant’Angelo, que tinha piscina! Não consigo dizer que não a, após um dia a aproveitar os manjares italianos e de passear bastante, aproveitar uma piscina (quase) exclusivamente nossa.
Foi o sítio mais pacífico que eu já visitei depois de Nova Deli. A vida é super calma e as pessoas muito simpáticas – sugiro a prática do vosso italiano dado que o contrário se provará complicado quando forem a Pescara.
O único restaurante que eu recomendo vivamente é o Pizzeria Ristorante Caravelle, localizado em Sant’Egidio alla Vibrata, uma cidade em Abruzzo (no leste da Itália). Quer dizer, é normal servirem refeições nos aviões, agora ir a um avião com o intuito de almoçar nem por isso. Como assim?
Vejam por vocês mesmos abaixo, vou deixar algumas fotografias aqui em baixo 🙂 – podem ver mais no meu Instagram.
A noiva estava simplesmente deslumbrante. Parabéns Fanny & Marco, foi um prazer.

*Usem o meu desconto do airbnb que vos dará £30 na vossa primeira reserva 🙂 (reservado a apenas 1 utilizador) Partilhem as vossas experiências com o airbnb.

Hello!
We’ve been invited to one of the most amazing weddings I’ve ever been to. The scenario was marvellous and you can’t hear a fly. This views could make you feel like you’re stopped in time.
Unfortunately we didn’t stay long, only enjoying this paradise for 4 days.
Me, the boy and my friends rented this lovely flat on Airbnb* in Mosciano Sant’Angelo, that had a swimming pool! You can’t say no to after a day of indulging yourself in the italian cuisine, is not a wonderful feeling to have a swimming pool (almost) exclusively ours.
It was the most peaceful place I’ve ever been in my life after New Delhi. Life happens very calmly and everyone is super nice – practise your italian as this may prove difficult when in Pescara.
The only restaurant I can fully recommend is Pizzeria Ristorante Caravelle, located in Sant’Egidio alla Vibrata, a town in Abruzzo (eastern Italy). I mean, you dine in a plane… and then you actually go to a restaurant that is an airplane. What da…
See for yourself, I’ll leave some photos below 🙂 – and you can always check my Instagram.
The bride was absolutely gorgeous. Congratulations Fanny & Marco, it was a pleasure.

*Use my airbnb discount code that will give you £30 off your first trip 🙂 (reserved to the first user only). Let me know your experiences with airbnb.

mid-year update

large-3

Quando olho para a barra lateral e me apercebo que o meu post mais recente foi em Abril, deixa-me triste… nossa!
Se és seguidor há algum tempo, já deves saber que eu sou assim. Eu vou por fases – mas quem nunca? Acho que quando não se vive do blog, é normal passar-se por períodos de pouca inspiração aliada à falta de tempo para escrever.
Mas aqui estou eu, para dizer-vos que eu vivo de contagens decrescentes!
Nem sempre é fácil pensar positivo, ver a luz ao fundo do túnel ou, quando os dias se tornam monótonos, ver que há algo para ser feliz. Para mim as contagens decrescentes, sejam lá para o que for deixam-me extremamente feliz!
Os meus amigos dizem-me que eu fico contente com as pequenas coisas e que sou fácil de contentar.
Eu conto as horas para AQUELE jantar, conto os dias para uma festa e as semanas para as minhas próximas férias.
Nada me faz mais feliz. Quem é que me compreende?
As minhas próximas férias são no início de outubro. Vou levar o namorado a Amesterdão, já que ele nunca lá foi. #cantwait
E vocês, quais são as próximas viagens?

When I look at my Recently (the side bar, standing here on the left) it makes me sad that last time I’ve written was back in April, gosh.
If you’re a follower for a while, you must know this is me. I go through phases – doesn’t anyone that does not own a blog for a living? – is not finding the time or the inspiration but a combination of both.
And… here I am. Today I tell you that I live for countdowns.
Is not always easy to think positive, see the light when all days look the same and you wonder if there’s anything out there for you to be happy. So for me, there’s the countdowns!
My friends tell me I get excited with the tiniest things and that I am easy to please. All of it is very true.
But one thing that makes me extremely happy is a good countdown for an upcoming event. It can be counting the hours for THAT dinner this weekend, counting the days for a party or counting the weeks for my next holiday.
Nothing makes me happier. Can you relate?
My next holiday is in the beginning of October, where I am taking the boy to Amsterdam for his first time there. #cantwait
Where are you guys off next?

The (great) Ordinary

A The Ordinary intitula-se uma marca humilde. Aparentemente, os senhores conseguiram incluir materiais da química e bioquímica para criar um cuidado de beleza funcional, a preços acessíveis.
Para ser completamente honesta, eu acho que eles deviam estar orgulhosos. São tão bons  e são tão baratos.
Nunca na minha vida pensei em colocar óleo na minha cara, até uma amiga me ter sugerido. Depois de mo ter oferecido no meu aniversário e prometer-me milagres posso dizer que: A minha pele está um espanto!
AH, e eles não testam em animais! Maravilha?
Experimentem estes:

€5,80 (£5,90) & €9,80 (£9)

E tu, já ouviste falar da Abnormal Beauty Company? Quero saber as opiniões 🙂

The Ordinary says they are an humble brand. Apparently, they picked chemistry and biochemistry materials to create an advance functional beauty without the insensible prices.
To be brutally honest, I think they should be freaking proud of what they created. They are pretty good with their products and they are super cheap.
I’ve never thought about putting oil on my skin, until a friend told me about it. After kindly offering it to me on my birthday and promising me some kind of miracle, I must say: My skin looks amazing!
AH, They are cruelty free! Perfection?
See the products above!

Have you heard about The Abnormal Beauty Company? Let me know what you think about it! 🙂

do more of what makes you happy

Acerca dos dias de sol e da boa disposição, voltei!
Venho partilhar a nova maravilha que estou a ler, o livro Happy da Fearne Cotton. Estou a adorar. Já a acompanho praticamente desde que vim para cá viver. Sempre gostei do seu estilo irreverente mas, mais do que isso, a sua boa vibe é contagiante. Ela foi locutora de rádio e  uma óptima companhia nos meus primeiros anos aqui.
Basicamente o livro fala de como aproveitar as pequenas coisas da vida. Parar um bocadinho, inspirar fundo, olhar à nossa volta e sentir os cheiros.
Acabei de passar o fim-de-semana em casa e este livro fez ainda mais sentido. Desde ver os sorrisos das pessoas, a sentir os raios do sol a penetrar a minha pele, aquela sensação perfeita do calor.
Aproveitar uma bebida bem feita, agridoce, com amigos fantásticos. Rir com vontade, vindo de dentro. O amor e conforto dos meus pais, do meu cordão umbilical, faz me feliz!
E a ti? O que te faz despertar a felicidade?

                                                                             

I’m back, loving these sunny days and happy vibes all around!
I’m coming to share my newest book discovery. I’m currently reading Happy by Fearne Cotton, and it’s great so far. I follow Fearne since my first weeks when I moved here (London). Always loved her irreverent style and her good vibes. Always felt that her happiness is contagious.
If you don’t know her, she used to be a radio DJ and it was great company to me.
The book is about enjoying the little things in life. To stop for a second, take a deep breathe, look around you and smell.
I’ve just been home for a weekend, and the this book just made even more sense. From watching people simply smiling, feeling the sunshine on my skin, the perfect warmth. Enjoying a good drink, sweet but sour, with lovely friends. Laughing out loud, from the inside out. The love and comfort of my parents. It keeps me happy.
What about you? What triggers your happiness button?
Screen Shot 2017-04-17 at 4.22.13 pm

There’s series and then there’s this

Para aqueles que estão sempre à procura de alguma série nova para ver – e se devoram séries como eu – quero deixar-vos duas sugestões: This is Us e Empire.
Ambas são acerca de famílias, se bem que muito muito diferentes. Não consigo ter uma preferida das duas, mas posso dizer que são fantásticas!
This is Us é mais intensa porque fala de questões básicas que nos deparamos no dia-a-dia e faz com que se sinta uma ligação com as personagens. É engraçado ver como as personagens estão todas interligadas no passado, de alguma maneira.
Empire é sobre uma produtora de hip hop e a personagem principal constantemente a tentar que o filho perfeito possa tomar conta da empresa, após a sua morte. Potente!
Vale a pena espreitar (podem encontrar os trailers abaixo) 🙂 e digam-me o que acharam.

For those of you who are wondering what to see next (and if you are a sucker for series, like me) I would suggest you a couple of series: This is Us & Empire.
They are both series about families, very very different. I can not tell you which one is best, but one thing I can say for sure is that both series are brilliant!
This is Us is deeper in a sense that it touches you, and all the family members have their paths crossed at some point, in a twisted way.
Empire is about a hip hop music and entertainment company and the main character, the owner, trying to find the perfect son to replace him after he dies.
It’s worth to take a look (trailer’s below) 🙂 let me know what you think.

NBC-This-Is-Us

Trailer

empire

Trailer