Fresh face

Screen Shot 2018-03-15 at 7.45.30 pm
Hoje saí de casa sem maquilhagem. Não é, na minha opinião, o meu melhor look.
Cresci a ser super feminina e vaidosa, vendo sempre a minha mãe a aplicar maquilhagem e tornar-se miraculosamente linda e perfeita. Na escola levei na cabeça uma ou duas vezes, por professores, porque estava a usar maquilhagem.
Só quando me mudei para Londres é que comecei a habituar-me a ir de cara lavada ao supermercado, ao fim-de-semana. Sem maquilhagem não sou eu.
Cada vez mais tenho saído à rua só com creme hidratante para passear – o que deixa o namorado feliz. Não que ele tenha algum problema em eu usar maquilhagem mas diz-me sempre que eu devia deixar a minha pele respirar mais vezes.
Eu não estou habituada a ir trabalhar sem maquilhagem. Aconteceu hoje, porque me esqueci da porcaria da bolsinha das maravilhas em casa. Por momentos (durante uma hora e tal) senti que o meu dia estava completamente arruinado e fiquei de rastos. Senti uma vontade extrema de voltar atrás, ir a casa e trazer a minha make-up, mesmo que isso fizesse com que eu chegasse meia hora atrasada (ridículo, eu sei). Para além de me sentir feia, ainda me senti enraivecida pelo meu esquecimento.
Depois desta saga de pensamentos de caca que me ocorreram, apercebi-me – e culpo o yoga – ‘pó caraças, quem quer saber se eu não tenho maquilhagem? Eu sou mais do que um batom e um blush, sou um ser humano que merece ser valorizado e estou feliz com a minha vida, pelo que só pode ser um bom look!’. Ao mesmo tempo a minha mãe enviou-me uma mensagem a dizer “Não te preocupes, usa o teu melhor sorriso e estás linda!”
Na semana passada comecei a praticar yoga de novo e desde então comecei a olhar para a vida com outros olhos, a ter pensamentos mais positivos. Não vou deixar que as coisinhas pequeninas me estraguem o dia, se elas não são um big deal.
Eu sou bonita como sou, sou uma criatura maravilhosa e o meu sorriso é muito mais do que um blush, corrector de olheiras ou um batom da Chanel. E tu também.
Todos vós.
PS- Obrigada à minha bff que me tentou acalmar! 🙂


Today I left home without any make-up. Not a good look, if you ask me.
I’ve grown up being super feminine and vain, always watching my mum applying make-up and looking miraculously beautiful and flawless. In high school I was told off once or twice, by teachers,  because I had make-up on.
It was only until I moved to London that I was able to leave home without make-up to go shopping for groceries over the weekend. Me without make-up does not feel like me. 
More and more I am getting used to wear my fresh face to go places – which makes the boyfriend proud. Not that he has any issue with me wearing make-up whatsoever but he says I should leave my skin to breathe more often.
I am not used to go to work without make-up. It happened today because I left the bloody wonder bag at home. For moments (around an hour or so) I felt like my day was ruined. I felt the urge to go back home to grab my make-up bag even if that meant arriving half an hour late (ridiculous, I know). I felt anger inside and that I looked ugly AF.
After all this shit thoughts running through my mind, I finally realised – and I blame yoga for this – ‘fuck it, who cares if I don’t have make-up? I am more than blush and lipstick, I am a human being that is worth taking care off, and I am happy where I am now, that has to be a good look!’. At the same time, my mum texted me saying “Don’t worry, wear your biggest smile and you’ll look great!”
Since last week, I’ve started practising yoga again and I’ve started having a different view of life, more positive thoughts. I am not letting the little things that would spoil my day to do so, if they are not that big of a deal.
I am beautiful as I am, I am a wonderful creature and my smile is more than a blush and concealer and fancy lipstick. So are you.
All of you!
PS- Big thanks to my bff that tried to calm me down! 🙂

Advertisements

XMAS ’17 WISHLIST #2 (Make-up COLLECTION)

A lista de prendas número 2 está aqui, enquanto ainda se tem dinheiro – haha. Desta vez, ficam os desejos de maquilhagem da Charlotte Tilbury 🙂
Wishlist number 2 is here, while we still have some money left – haha. This time, see below my make-up wishes from Charlotte Tilbury 🙂


Colour Chameleon, Golden Quartz
Screen Shot 2017-11-19 at 2.58.42 pm
Luxury Palette, The Dolce Vita
Screen Shot 2017-11-19 at 3.02.01 pm
Holywood Lips, Rising Star Liquid Lipstick
Screen Shot 2017-11-19 at 3.03.02 pm
Matte Revolution, Pillowtalk Lipstick
Screen Shot 2017-11-19 at 3.03.27 pm
Goddess Skin Clay Mask
Screen Shot 2017-11-19 at 2.58.29 pm

The (great) Ordinary

A The Ordinary intitula-se uma marca humilde. Aparentemente, os senhores conseguiram incluir materiais da química e bioquímica para criar um cuidado de beleza funcional, a preços acessíveis.
Para ser completamente honesta, eu acho que eles deviam estar orgulhosos. São tão bons  e são tão baratos.
Nunca na minha vida pensei em colocar óleo na minha cara, até uma amiga me ter sugerido. Depois de mo ter oferecido no meu aniversário e prometer-me milagres posso dizer que: A minha pele está um espanto!
AH, e eles não testam em animais! Maravilha?
Experimentem estes:

€5,80 (£5,90) & €9,80 (£9)

E tu, já ouviste falar da Abnormal Beauty Company? Quero saber as opiniões 🙂

The Ordinary says they are an humble brand. Apparently, they picked chemistry and biochemistry materials to create an advance functional beauty without the insensible prices.
To be brutally honest, I think they should be freaking proud of what they created. They are pretty good with their products and they are super cheap.
I’ve never thought about putting oil on my skin, until a friend told me about it. After kindly offering it to me on my birthday and promising me some kind of miracle, I must say: My skin looks amazing!
AH, They are cruelty free! Perfection?
See the products above!

Have you heard about The Abnormal Beauty Company? Let me know what you think about it! 🙂