Abruzzo, Itália

Olá!
Em Agosto, fomos convidados para um dos casamentos mais fantásticos que eu já fui, em Abruzzo. O cenário era maravilhoso e não se ouve absolutamente nada. Sentes-te como se o tempo tivesse parado.
Infelizmente não conseguimos ficar mais do que apenas 4 dias.
Eu, o namorado e os meus amigos reservamos este acolhedor apartamento pelo Airbnb* em Mosciano Sant’Angelo, que tinha piscina! Não consigo dizer que não a, após um dia a aproveitar os manjares italianos e de passear bastante, aproveitar uma piscina (quase) exclusivamente nossa.
Foi o sítio mais pacífico que eu já visitei depois de Nova Deli. A vida é super calma e as pessoas muito simpáticas – sugiro a prática do vosso italiano dado que o contrário se provará complicado quando forem a Pescara.
O único restaurante que eu recomendo vivamente é o Pizzeria Ristorante Caravelle, localizado em Sant’Egidio alla Vibrata, uma cidade em Abruzzo (no leste da Itália). Quer dizer, é normal servirem refeições nos aviões, agora ir a um avião com o intuito de almoçar nem por isso. Como assim?
Vejam por vocês mesmos abaixo, vou deixar algumas fotografias aqui em baixo 🙂 – podem ver mais no meu Instagram.
A noiva estava simplesmente deslumbrante. Parabéns Fanny & Marco, foi um prazer.

*Usem o meu desconto do airbnb que vos dará £30 na vossa primeira reserva 🙂 (reservado a apenas 1 utilizador) Partilhem as vossas experiências com o airbnb.

Hello!
We’ve been invited to one of the most amazing weddings I’ve ever been to. The scenario was marvellous and you can’t hear a fly. This views could make you feel like you’re stopped in time.
Unfortunately we didn’t stay long, only enjoying this paradise for 4 days.
Me, the boy and my friends rented this lovely flat on Airbnb* in Mosciano Sant’Angelo, that had a swimming pool! You can’t say no to after a day of indulging yourself in the italian cuisine, is not a wonderful feeling to have a swimming pool (almost) exclusively ours.
It was the most peaceful place I’ve ever been in my life after New Delhi. Life happens very calmly and everyone is super nice – practise your italian as this may prove difficult when in Pescara.
The only restaurant I can fully recommend is Pizzeria Ristorante Caravelle, located in Sant’Egidio alla Vibrata, a town in Abruzzo (eastern Italy). I mean, you dine in a plane… and then you actually go to a restaurant that is an airplane. What da…
See for yourself, I’ll leave some photos below 🙂 – and you can always check my Instagram.
The bride was absolutely gorgeous. Congratulations Fanny & Marco, it was a pleasure.

*Use my airbnb discount code that will give you £30 off your first trip 🙂 (reserved to the first user only). Let me know your experiences with airbnb.

Advertisements

2 weeks after.

Até hoje estou à espera que me chegue a inspiração para escrever mas acho que ficou no México.
Cada vez que penso nas férias e na sensação boa de lá estar, é como se eu regressasse. Apenas o meu corpo fica por cá. Mas foi tudo demasiado bonito, puro e desafiante para colocar em palavras.
Foram tantos raios de sol, queimaduras solares, A MELHOR COMIDA DO MUNDO, um bocadinho de álcool a mais, água amena e aquele tempo quente maravilhoso. Ah e regressei com 27 anos (melhor aniversário de sempre!).
Tudo isto para dizer que é tudo demasiado bom para escrever, por isso deixo-vos com algumas fotos abaixo 🙂 Quando os meus holiday blues passarem, eu vou fazer uns posts acerca das cidades que visitamos e alguns sítios que ficamos a conhecer.

I’ve been waiting for inspiration to come back but I may have left it in Mexico.
Every time I think about the holidays and the feeling that I got about being there, it just brings me back. Only my body stays here. But it was simply too beautiful, pure and adventurous to put it in words.
There were sunshines, sunburns, THE-MOST-AMAZING-FOOD-EVA, too much alcohol, warm water and the fabulous hot weather. Oh and I came back with 27 years old (best birthday ever!).
All of this to say that it was all too good to write about so I’ll leave you with some pictures below 🙂 When my holiday blues go away, I will surely be reviewing both cities we stayed in and some of the places we got to know.

Cambridge

Olááá!
Se ainda não visitaram Cambridge, façam já a reserva dos bilhetes. Estou a falar a sério! Estão à espera do quê?

Há uns fins-de-semana atrás, nós decidimos visitar Cambridge e ficar a conhecer a cidade das universidades.
Depois de umas semanas de trabalho árduo, que às vezes têm o condão de nos deitar abaixo, eu tinha mesmo que sair da loucura e do caos de Londres. Eu precisava, apenas, de algo para ficar ansiosa/contar os dias. Então, eu e o meu namorado estávamos à procura de lugares para visitarmos e entre o país de Gales, Bristol, Bath, Bournemouth, Oxford, apostámos em Cambridge.

E sabem que mais? Ficámos agradavelmente surpreendidos! Eu não posso falar por ele, mas por mim… EU AMEI!
É uma cidade pequenina, pelo menos os sítios mais turísticos. É algo que valorizo numa cidade a visitar, conseguir vê-la apenas a caminhar/passear, sem ter que apanhar transportes públicos ou ter que fazer uma tour.

As universidades são lindas. Os prédios são majestosos! Parece que estamos num filme. É um sentimento fantástico, andar pela rua, ver a entrada de uma universidade, entrar apenas para “ver o que é” e dar de caras com um jardim bonito e um prédio robusto!

A minha atividade preferida foi passear no rio, naquelas barcas. O rio chama-se Cam, e aprendi na tour, que devido a todas as suas pontes (Bridges) a cidade ficou com o nome de Cambridge. 🙂 hihi.

Caso visitem, tenham em consideração o Ibis Cambridge Central Station. O hotel é novo e é um mimo. As camas são do mais confortável que já experimentei. É super conveniente, cerca de 15-20min a pé do centro da cidade e a 1minuto (não estou a brincar) da estação de comboios.

Tenham um dia fantástico e não se esqueçam de fazer like na página do Facebook, aqui.

~EN~

Oh hi!
If you haven’t been to Cambridge yet, then go ahead and book your tickets. I’m serious. What are you waiting for? Go go go.

A couple of weekends ago, we decided to visit Cambridge and get to know the Uni city.
After a few hard work weeks, that can really drag you down I had to escape from the London chaos. I just needed something to look forward to. So, me and my boyfriend were looking for places to visit and within Wales, Bristol, Bath, Bournemouth, Oxford, we placed our bets in Cambridge.

And goodness we were so surprised! I cannot speak from him, but as from myself, I ABSOLUTELY LOVED IT.
It’s a city that it’s kind of small, at least the main “touristic places”. Being able to walk around the city, and get to known places without having to hop on, hop off tours, or get on public transport, it’s something that I appreciate.

The universities are beautiful. The buildings are majestic! It feels like you are in a movie. It was an amazing feeling to be walking on the street and see the entrance of a university campus, walk in and there is an amazing garden and a lovely building!

My favourite activity of the trip was the punting in the River Cam (and I’ve learned, with that tour, that is because of it’s bridges on top of the river Cam, that’s called CAMBRIDGE) 🙂 haha.

Shall you head off to Cambridge, consider staying in the Ibis Cambridge Central Station. The hotel is new and it’s fantastic. Their beds are one of the most comfortable ones I’ve ever slept on. It’s very convenient, around 15-20min walk to the city centre and literally, 1min away from the train station. Spot on!

Have a lovely day, and don’t forget to follow my blog page on Facebook, here.

when life happens…

large2

Há um ano atrás eu conhecia apenas a Europa. Hoje eu conheço também a América e a Ásia. Quem sabe até ao fim do ano não chego a visitar o Dubai ou o Vietname.

Há um ano atrás estava nervosa para aquela que seria a primeira grande viagem da minha vida. Grande em termos de distância e de duração, e eu não sendo nada fã de aviões. Fui em trabalho à Índia, representar a minha empresa. Na altura, lembro-me de não ter muito a ideia de querer viajar e conhecer o Mundo. Mas foi aquela viagem que me abriu os olhos – literalmente. Fez-me ver que há mais para além daquele que eu chamava o meu universo.

A minha bolha rebentou e eu desmoronei. Não foi fácil e ainda é todo um processo de recuperação do trauma, MAS eu provei a mim mesma que consigo. Eu valho muito mais do que qualquer pessoa possa ver por fora. Eu sou muito mais hoje do que alguma vez fui há um ano atrás.

Eu cresci muito. Se pudesse, não tinha passado pelo que passei. Só que me fez ver que não podemos ter a nossa vida como garantida. O dia-a-dia que conhecemos hoje, amanhã pode não estar ali, pode cair o chão e fechar-se o pano da cortina de repente. E o que eu quero é chegar ao fim e pensar “Eu não poderia ter feito melhor!”.

A luz ao fundo do túnel está lá, mais ou menos apagada, mas eu prometo que a vão ver. Se chegou para mim também chega para vocês.

PS.- Um grande obrigada a quem esteve aí para os momentos críticos. Agora o sol brilha em mim com mais frequência e os sorrisos são cada vez mais verdadeiros.

(Continua…)

~EN~

One year ago I only knew Europe. Today I have visited the U.S. and Asia. And, by the end of the year I may actually go to Vietnam or Dubai.

One year ago I was pretty nervous for my first big trip. It was a massive thing to me as it was my first long haul flight and I was never a fan of flying. I went to work in India to represent my company. By that time I remember that I did not have the ambition of travelling and that wanderlust. But this was definitely a journey that opened my eyes – quite literally. It made me realise that there was so much more than what I knew in my little bubble.

So that bubble burst and I fell – face down. It wasn’t easy but I proved myself that I can do it. I am worth so much more than anyone can see and I am so much more today than I was a year ago.

I’ve grown up so much. Obviously, if I could I wouldn’t chose to go through all that pain. Though it made me see that we cannot take the good things for granted.  The daily routine we know today, may not be here tomorrow, the sky can fall suddenly. I wanna arrive to the finish line and think ‘I couldn’t have done better!’.

There is always a light at the end of the tunnel, shining brighter or a bit dim, but I promise you it’s there. If I found it, anyone can.

(to be continued…)

PS.- I would like to thank everyone that helped me through the toughest times. Now the sun is shining more often and my smiles are absolutely genuine.

 

Greenwich under the sun

p59427665-3
Eu não sou como 90% da população londrina que reclama sempre que chove na capital. E com “sempre” quero dizer dia sim dia não (com sorte 2 vezes por semana). Se assim for, as conversas vão tornar-se aborrecidas…
Mas verdade seja dita que toda a gente fica com um sorrisinho no rosto, e somos muito mais felizes quando o sol sai à rua. Pessoalmente fico cheia de vontade de sair à rua, pôr os óculos de sol, e ter música de verão no meu iPod. E a vida é maravilhosa.

Sinceramente, nem mesmo se os transportes me lixarem os planos e eu me atrase para trabalhar, aconteça o que acontecer, parece que o dia corre melhor! E parece que o sol vem para ficar nas próximas 2 semanas. Toca a aproveitar!

Já foram ao Greenwich Park? Se não, é uma sugestão para a vossa próxima visita a Londres. É simplesmente o meu spot preferido!
A vista é fantástica e é onde me sinto mais em paz, respiro fundo e sinto-me eu própria. Provavelmente por ter sido um dos primeiros sítios que visitei sozinha quando me mudei para cá.
Para além da vista, se gostam de cultura têm uma escolha variada de museus à vossa disposição:

  • Royal Observatory and The Planetarium ~ Para explorar o universo e o meridiano, a coleção de relógios é fantástica! Vejam mais aqui;
  • National Maritime Museum ~ O maior museu marítimo do mundo com imensas galerias com visita gratuita. Nunca visitei, mas a julgar pelos jardins lindos, parece-me bem… Cliquem aqui;
  • Cutty Sark ~ Visitem a última embarcação de transporte de chá, o navio é simplesmente lindo.  Mais aqui;
  • Queens House ~ Diz que a arquitectura é de tirar o fôlego, neste palácio  do século 17. Mais informações aqui.

Ficaram interessados? Para quem já visitou, o que acham de Greenwich?

Ótima quinta-feira a todos! 🙂

~English~

You don’t wanna be the hater when the rain comes down in London. By this I mean, every other day (or if you lucky, twice a week). That’s just boring…
Truth be told, aren’t we all much happier when the sun is out? Personally it makes me wanna go out with my sunglasses, having my iPod with some Summer tunes and life is wonderful.

Honestly, it doesn’t even matter if TFL made you late to work, whatever happens, life is great! And looks like there will be a few sunny days coming for the next 2 weeks, let’s make the most of it.

Have you been to Greenwich Park? It is simply one of my favourite spots in London – if not the top of my list.
The view is amazing, and it’s where I feel most at peace, I can breathe in and feel myself.  Probably for being one of the first spots I have visited by myself, when I moved to London.
Besides the breathtaking view, if you are interested in museums, you have plenty of options in Greenwich:

  • Royal Observatory and The Planetarium ~ Explore the universe and get lost in the amazing clock collection. Click here for more;
  • National Maritime Museum ~ The world large’s maritime museum with plenty of free exhibitions. Never been but looks like a good day out. The gardens of the museum are so cute. Click here;
  • Cutty Sark ~ Visit the legendary sailing ship that is the last tea clipper, it’s so beautiful! Click here for info;
  • Queens House ~ They say it’s great for the architecture and design. The palace was built in the 17th century. See more here.

What do you think about Greenwich? Is it a place you normally visit?

Happy Thursday! 🙂

Go Ape @ Trent Park

go-ape2
Em Agosto, para comemorar o aniversário de uma das minhas amigas, fomos fazer uma atividade diferente, vá.

Eu não faço ideia se em Portugal há alguma coisa parecida, mas nunca ouvi falar. Basicamente somos macaquinhos por um dia. Vou colocar algumas fotos em baixo, infelizmente não há nossas porque ninguém quis levar o telemóvel naquela aventura. Se eu já não saí muito inteira imaginem o resto!

Foi super divertido mas eu, muito poucas vezes, tive tanto medo na minha vida. Aquilo é subir árvores gigantes presos por uma corda, depois tínhamos que nos atirar tal e qual Tarzan para uma rede. Tínhamos que fazer slide que para mim foi certamente a parte mais divertida da coisa. Ah e passar dentro de troncos de joelhos. Foi super divertido, mas um bocadinho assustador.

Digamos que fiquei como se tivesse sido atropelada, quando acabou.

Já conheciam? Já tiveram oportunidade de fazer algo assim?

(Para não perderem uma, façam like aqui, ou subscrevam por e-mail) 🙂

~ English ~

In August, I had an experience of a lifetime, to celebrate one of my friend’s birthday.

Let’s just say that is not the standard birthday party you would have, just a little bit wild. Different.

I have no idea if this exists in Portugal, but I never heard about it. Basically we turn into Apes for a day! I will upload some pictures below. We didn’t get personal ones as no one was willing to take their phones to jump from one tree to the other. If I felt knackered after the adventure, I’m not sure if my iPhone would have survived and end it up in one piece.

It was lots of fun, buuut, I can swear that I haven’t been so scared in my whole life. You go up the massive trees, attached by a rope, and you throw yourself to a net Tarzan-style. I loved the slide bits, where you just let it go. And one of my favourite bits was when I went into this tunnel that is suspended on air, stuck to the trees. That was nothing but good times. Scary but funny.

I felt that I’ve been ran over by a car, once it was done.

Have you heard about Go Ape before? Let me know your experience.

(So you won’t miss a chance, click here to follow or subscribe via e-mail.) 🙂